Autor: futsal@cm

“GIBA NELESSS”: CARNEIRÃO APRESENTA NOVO TREINADOR PARA TEMPORADA 2022

O canoense Gilmar André Teles de Souza, o Giba, de 51 anos, é o novo treinador do Campo Mourão Futsal para a próxima temporada. Com praticamente toda carreira como atleta e técnico construída no Rio Grande do Sul, Giba chega com a missão de em 2022, conduzir o clube mais tradicional do Paraná em três importantes competições: Liga Nacional, Copa do Brasil e o Paranaense Série Ouro.

Com currículo enriquecido pelas diversas conquistas, o treinador trará a experiência de quem celebrou títulos em praticamente todas as equipes que defendeu, seja dentro ou fora das quatro linhas.

Como atleta atuou em 1993 e 1994 na Enxuta do Rio Grande do Sul, na época uma das mais importantes e fortes equipes do país, onde foi bicampeão gaúcho; campeão do Circuito Nacional e campeão Sul Brasileiro. De 1996 a 1999 esteve na UPF e ganhou a Taça Eugênio Portilho e a Copa Sul Brasil.

No ano de 2000 se transferiu para a ULBRA, outra grande equipe do cenário nacional naquele período. De 2001 a 2006 foi atleta do Atlântico de Erechim (RS), equipe pela qual conquistou a Copa Sul; Copa Internacional no Paraguai e foi vice-campeão da Liga Nacional. Em 2007 esteve na Cortiana (RS); 2008 Tapejara (RS), 2009 no Pato Futsal (PR) e 2009/10 na ALAF (RS).

Giba, em sua primeira coletiva de imprensa como técnico do Campo Mourão Futsal. (Foto: Alisson Lima/AK Filmes)

Em 2011 iniciou sua carreira como treinador comandando a ADS (RS), em 2012 e 2013 foi treinador da ALAF (RS), quando conquistou a Taça Lupicínio Rodrigues. Em 2014, ainda na ALAF, ganhou a Liga Sul e novamente a Taça Lupicínio Rodrigues. Já em 2015 ganhou a Copa dos Vales e 2016 a Taça Nacional, também com a ALAF. No ano de 2017 foi campeão da Copa Alto Jacuí, pela equipe Tapera (RS). No ano seguinte se transferiu para o Atlântico, de Erechim, e foi vice-campeão da Liga Nacional. Em 2019, com o Atlântico, ganhou a Taça Brasil de Clubes e o Campeonato Gaúcho.

Foto: Alisson Lima/AK Filmes

Em 2020 conquistou a Superliga Gaúcha com o Atlântico, e em 2021 a Taça Farroupilha com o Guarany (RS), de onde se transfere para Campo Mourão. “Espero que tenhamos um ano de muito sucesso, e de evolução e aprendizado que é importante também. Grato pela oportunidade de defender as cores do Campo Mourão”, diz Giba, que na noite desta segunda-feira (13), foi apresentado oficialmente pela diretoria do clube em coletiva de imprensa, realizada no Hotel Tonello, em Campo Mourão.

O treinador já está trabalhando na montagem do elenco, sendo que os cinco primeiros nomes que tiveram contratos renovados para o ano que vem (goleiros Ângelo, Renato e Ramon, fixo Caio Barros e ala Tom), anunciados na semana passada, foram aprovados por Giba, cujo compromisso neste momento definir outros atletas de qualidade para completar a equipe.

ELES FICAM: CARNEIRÃO ANUNCIA PRIMEIROS NOMES PARA TEMPORADA 2022

Com a temporada 2021 encerrada e a conquista do vice-campeonato da Série Ouro do Paranaense de Futsal, melhor resultado da equipe na divisão especial do estadual, o Campo Mourão Futsal volta as atenções para 2022, com foco na montagem do elenco que vestirá a camisa do mais tradicional do Paraná e representará toda a torcida do carneiro da massa no ano que vem.

A diretoria do clube vem trabalhando neste planejamento há meses, visando a construção de um bom elenco para a disputa das três mais importantes competições do país na temporada consequente: Liga Nacional, Copa do Brasil e Paranaense Série Ouro. Por enquanto, cinco nomes já estão certos para permanecer, e outros devem ser anunciados em breve.

RENOVADOS – Entre os renovados estão o jovem e promissor goleiro Renato, que chegou ao clube no início do ano passado, sendo titular em vários jogos nessas duas últimas temporadas, assim como Ramon, contratado no início deste ano, e que passou por longa recuperação por conta de lesão. O goleiro é esperança de bons frutos em 2022. Outro que permanece é Ângelo, o último reforço contratado em 2021, que chegou para ganhar a posição de titular e a confiança da torcida.

Quem também fica é o ala/pivô Tom, mais um que veio para reforçar o elenco, e segue vestindo a camisa do Carneirão em 2022. Versátil, o mineiro foi importantíssimo na campanha deste ano, jogando em mais de uma posição e marcando gols decisivos.

E para a alegria da torcida, o experiente fixo e capitão Caio Barros também disse sim e segue no clube, onde vai completar sua quarta temporada seguida. Comprometido, o atleta já faz parte da história do Campo Mourão e está integrado à sociedade mourãoense. Caio, até teve propostas tentadoras para sair este ano, mas optou por permanecer, vindo ao encontro do desejo da comissão técnica e diretoria.

TUDO IGUAL: EMPATE NA PRIMEIRA BATALHA DA DECISÃO

Tom, camisa 73, fez o primeiro de Campo Mourão no jogo. (Foto: Alisson Lima/AK Filmes)

Num domingo de casa cheia, em que a apaixonada torcida mourãoense fez mais uma bonita festa na Arena UTFPR (Belin Carolo), o Campo Mourão Futsal empatou em 2 a 2 com o Cascavel, na primeira partida da decisão da Série Ouro.

Depois de um primeiro tempo muito disputado, sem abertura do placar, na segunda etapa o Cascavel marcou primeiro com Jorginho, em bola desviada. Há sete minutos do final, Tom empatou para o Carneirão, num contra-ataque puxado por Zazá. Em cobrança de falta Carão fez 2 a 1 para Cascavel, e há um minuto e meio do apito final, Fabinho voltou a empatar.

Com o resultado o time mourãoense precisa vencer o adversário no tempo normal, ou em caso de novo empate, haverá prorrogação com vantagem de igualdade para os cascavelenses. O jogo da volta, que definirá o campeão da temporada, será na próxima quarta-feira (08), às 19h00 em Cascavel. Se ficar com título, será a primeira conquista de Campo Mourão na Série Ouro, justamente no ano do Jubileu de Ouro do clube mais tradicional do Paraná. Já para o Cascavel, representará a sétima taça da competição.

VAI LOTAR: CORRIDA POR INGRESSOS ANUNCIA GRANDE PÚBLICO NA DECISÃO

Com previsão de casa cheia, o Campo Mourão Futsal recebe neste domingo, às 11h00 da manhã, na Arena UTFPR (Belin Carolo), em Campo Mourão (Centro-Oeste do Paraná), o Cascavel para a primeira de duas partidas da final da Série Ouro 2021.

Finalista pela primeira vez na história de 50 anos do clube, e mais tradicional do Paraná fundado em 1971 pela tradicional família Tagliari, Campo Mourão e toda região da Comcam (Comunidade dos Municípios da Região de Campo Mourão), vivem uma grande expectativa para a decisão. Por isso é grande a corrida por ingressos na cidade e em vários outros municípios do Estado, o que anuncia a presença de milhares de torcedores na Arena. Os convites estão sendo vendidos na rede de Supermercados Bom Dia em Campo Mourão, Peabiru e Engenheiro Beltrão e pelo telefone 44 998301930 (Renan).

O carneiro tricolor vem se preparando para os confrontos decisivos há cerca de três semanas, desde a épica classificação frente ao Umuarama na semifinal, com vitória por 6 a 5 no tempo normal e 1 a 0 na prorrogação. Esta última semana de treinamento foi de ajustes, em busca da melhor condição física e técnica, antes do apito inicial.

Neste sábado pela manhã, o time faz o último treino antes do confronto, e logo depois ficará concentrado em um hotel da cidade, de onde sairá apenas no domingo, com destino para a Arena UTFPR, sendo recepcionado pela empolgante torcida organizada Jovem, que promete fazer mais uma bonita festa de apoio ao carneirão.

TÁ CHEGANDO A HORA: CARNEIRÃO AJUSTA DETALHES PARA DECISÃO CONTRA O CASCAVEL

Na semana mais decisiva do ano para o Campo Mourão Futsal, a equipe segue se preparando para o primeiro confronto da final do Paranaense Série Ouro, que acontece neste domingo (05), às 11h00, na Arena UTFPR (Belin Carolo), contra o Cascavel.

Motivado para a sua primeira decisão na divisão especial do estadual, iniciada em 1995, o Campo Mourão vai em busca de um título inédito na história do clube, que entre outros já conquistou o bicampeonato da Taça Paraná em 1979 e 1980, quando era composto pela família Tagliari e amigos; Liga Sul em 2006; Chave Prata do Paranaense em 2000; tricampeão dos Jogos Abertos do Paraná em 1975/88 e 2006; dos Jogos Abertos do Brasil em 1995 e campeão da Liga Paraná em 2020.

Para a decisão de domingo, o técnico Sérgio Lacerda poderá contar com as voltas do ala Darici e do pivô Fabinho, que se lesionaram nos jogos da fase semifinal. O treinador, que chegou em junho deste ano, espera um bom desempenho da equipe na decisão. “Estamos trabalhando há três semanas com muita expectativa. É o jogo mais importante da história de Campo Mourão e todos estão conscientes da necessidade de fazer um bom primeiro jogo, pois tudo de bom que fizermos nesta primeira partida vamos levar para a segunda. Temos de ter cabeça no lugar e muito foco. O emocional conta muito nessa hora. Vamos precisar muito do apoio do nosso torcedor para quem sabe levantar este título para Campo Mourão”, convoca o treinador.

O aspecto físico, um dos pontos fortes do time mourãoense, é outro ponto que vem sendo conduzido com cautela pela comissão técnica. “Desde a semifinal, quando sabíamos que teríamos tempo de preparação para a decisão, optamos por recuperar fisicamente e mentalmente, alguns atletas que vinham de uma sequência de jogos. Depois trabalhamos algumas situações que normalmente não conseguimos entre um jogo e outro, e agora estamos numa semana de ajustes apenas e manutenção, para que a equipe possa estar na melhor condição nos dois jogos das finais”, explica o fisiologista Pedro Machado, responsável pela preparação física.

INGRESSOS – É grande a procura por convites em toda região de Campo Mourão. Torcedores de muitos municípios vizinhos, e de outras regiões do Paraná, estão desde a semana passada garantindo a aquisição das entradas para a final. Em Campo Mourão não é diferente. Muitos convites foram vendidos no primeiro e no segundo lote, que ainda está à disposição nos Supermercados Bom Dia de Campo Mourão, Engenheiro Beltrão e Peabiru, ou pelo telefone 44 998301930 (Renan).

AGORA É FINAL: CARNEIRÃO DESPACHA O UMUARAMA E VAI À DECISÃO DO PARANAENSE

Em um jogo de onze gols no tempo normal, com vitória do carneirão tricolor por 6 a 5, muita entrega dos jogadores e da apaixonada torcida, que compareceu em bom numero na Arena UTFPR (Belin Carolo) e cantou do inicio ao fim, o Campo Mourão Futsal superou o Umuarama e chegou a sua primeira final de Paranaense Série Ouro. O mais tradicional do Paraná jogava pelo empate na prorrogação, mas não desperdiçou a cobrança de pênalti quando faltavam 44 segundos para o fim, se credenciando para a grande decisão.

Torcida deu um show na Arena e empurrou o carneirão para a decisão. (Foto: Alisson Lima/AK Filmes)

Mola propulsora da equipe, a torcida mourãoense, embalada pela organizada Jovem, a mais empolgante do Paraná, impulsionou o carneirão da massa para o resultado. Uma festa que coroa o trabalho realizado por atletas, comissão técnica e diretoria durante o ano de 2021.

O outro finalista é o Cascavel, que venceu o Dois Vizinhos por 4 a 3, em Cascavel. Dono da melhor campanha, o time do Oeste Paranaense fará o segundo e decisivo jogo em casa.

A HORA DA VERDADE: QUARTA-FEIRA DECISIVA PARA O CARNEIRÃO NA ARENA UTFPR

A noite desta quarta-feira (10) será decisiva para o Campo Mourão Futsal, que recebe na Arena UTFPR (Belin Carolo), às 20h00, o Umuarama, para o segundo e último jogo da semifinal do Paranaense Série Ouro. Na primeira partida os umuaramense venceram por 2 a 0, jogando em Umuarama, e agora o carneiro tricolor precisa vencer no tempo normal para reverter a vantagem do adversário e levar a decisão para a prorrogação, em que o empate beneficia o time mourãoense.

Se passar, o Campo Mourão chegará à decisão da Série Ouro pela primeira vez na sua história. Para conquistar esse direito, o carneirão quer contar com a presença do torcedor em grande número nas arquibancadas. Por isso é grande a procura dos ingressos, que estão à venda desde segunda-feira nos Supermercados Bom Dia, na barraca montada no calçadão no período da tarde e na portaria do ginásio, antes do jogo.

DÚVIDAS – Por conta de uma lesão no tornozelo sofrida na última partida da Liga Nacional contra o Atlântico Erechim (RS), o pivô Fabinho segue de fora e desfalca o time na decisão. Outro que também não joga é o ala Darici, que se lesionou na semana passada em Umuarama. O pivô Caio Júnior, que não atuou na primeira partida, deve ficar à disposição, no entanto o fixo e capitão Caio Barros virou dúvida, depois de sentir um desconforto no músculo adutor. O jogador fará testes antes do confronto para definir se terá ou não condições de atuar.

FALTOU O GOL: DERROTA NO PRIMEIRO JOGO DA SEMIFINAL, EM UMUARAMA

Num jogo em que teve mais volume e as melhores chances de gol, o Campo Mourão Futsal foi derrotado pelo Umuarama pelo placar 2 a 0, no primeiro de dois confrontos da semifinal do Paranaense Série Ouro.

O time mourãoense sofreu o primeiro gol na etapa inicial, depois de um erro individual de marcação. Apesar de ser superior durante grande parte do jogo, quando faltavam 19 segundos para o fim acabou levando o segundo em cobrança de tiro livre.

Na quarta-feira (10) da próxima semana, às 20h00, acontece o jogo da volta na Arena UTFPR, em Campo Mourão com a presença do torcedor, que deve comparecer em bom número para apoiar o carneiro tricolor. O time mourãoense precisa vencer no tempo normal para ter a vantagem do empate na prorrogação. Ao Umuarama basta segurar o empate nos primeiros 40 minutos de partida. Quem passar encara na final Cascavel ou Dois Vizinhos, que disputam a outra semifinal.

A PRIMEIRA BATALHA: CARNEIRÃO ABRE SEMIFINAL DO PARANAENSE CONTRA O UMUARAMA

Na noite desta quarta-feira (03) o Campo Mourão Futsal entra em quadra para a disputa da sua segunda semifinal consecutiva de Paranaense Série Ouro. O tricolor mourãoense vai a Umuarama duelar contra os donos da casa, no primeiro de dois jogos que definirá o finalista da competição estadual, considerada a mais forte entre as federações do país. O confronto está marcado para às 20h00 no ginásio Amário Vieira da Costa e terá transmissão ao vivo pela Integrado Carneiro TV e Objetiva TV.

Vindo de duas derrotas para o Atlântico de Erechim (RS) e desclassificado dos playoffs da Liga Nacional, o carneiro tricolor quer dar a volta por cima e chegar à sua primeira decisão de Série Ouro, para tentar conquistar um título inédito para a torcida mourãoense. Contudo, comissão técnica, a atletas e diretoria sabem da dificuldade que será passar pela equipe umuaramense.

Para o jogo desta quarta-feira o técnico Sérgio Lacerda não poderá contar com o pivô Fabinho, que se lesionou diante do Atlântico, no último sábado (30), pela Liga Nacional. Outro que está em tratamento e pode ficar de fora é o pivô Caio Junior, artilheiro da equipe na temporada.

O jogo da volta acontece no dia 10 de novembro (quarta-feira), na Arena UTFPR (Belin Carolo), em Campo Mourão.

ATÉ BREVE: CARNEIRÃO É SUPERADO PELO ATLÂNTICO E SE DESPEDE DA LNF 2021

Com derrota por 3 a 1, o Campo Mourão Futsal se despediu da Liga Nacional nesta temporada de 2021. O time mourãoense foi superado pelo Atlântico Erechim, na manhã deste sábado (30) na Arena UTFPR, em Campo Mourão, com um show à parte da Torcida Organizada Jovem, que apoiou o carneiro tricolor do início ao fim.

Torcida Jovem, a organizada do Campo Mourão Futsal, comparece em bom número e deu um show na arquibancada.

O JOGO – Depois de um primeiro tempo equilibrado, os times foram para o intervalo com o placar marcando 1 a 1. Na segunda etapa, quando faltavam cinco minutos para o fim, o carneiro tricolor passou a utilizar o goleiro linha e não foi feliz na estratégia. Os gaúchos acabaram marcando o segundo e terceiro gol, eliminando qualquer possibilidade de Campo Mourão vencer no tempo normal e levar o jogo para a prorrogação.

FOCO NO ESTADUAL – Esta foi a terceira participação de Campo Mourão na LNF, depois de ingressar na competição nacional em 2019. Agora, as atenções estarão para as semifinais do Paranaense Série Ouro, que começam já a partir de quarta-feira, dia 03, quando Campo Mourão vai a Umuarama enfrentar o time da casa. O jogo da volta será no dia 10, em Campo Mourão, na Arena UTFPR.